• Daniel Mendes

15 Cuidados que você deve ter ao criar uma logo

Atualizado: 9 de jul.

Olá pessoal voltamos com mais conteúdo pra você aqui no nosso blog. E vamos passar pra você , 10 dicas super importantes na hora de criar sua logo. Apesar de ser uma atividade aparentemente simples, é extremamente trabalhosa e que precisa de cuidados para realizala.







O que é logo ?




Logo seria uma representação de sua marca ou serviço através de um simbolo, de maneira que o público ao se deparar com ele, automaticamente associa seus produtos e seus serviços, mediante ao mar de concorrencia existente no mercado.

Logotipo é uma junção deste simbolo a um texto de suporte.

Podemos ter como exemplo a logo da NIke. Seu público a identifica mesmo estando apenas o seu símbolo a amostra.

Claro para chegar ao patamar da Nike, é necessário grande trabalho de marketing, e tempo de mercado.

De inicio, prefira logos com textos . Seu público precisa conhecer o nome de sua empresa e posteriormente associá-la ao seu respectivo símbolo.


10 Dicas muito úteis para criar sua logo


1. Simplicidade acima de tudo


Seja simples. Não queira colocar muita informação em uma logo ou logotipo.

Aprenda que o mais neste caso, pode contribuir para menos. Digo, quanto mais simples for sua logo, mais fácil será para seu público entender o tipo de trabalho ou serviço que você realiza. Ao passo que muita informação, pode acarretar um sentimento de desorganização para seu público. Atente-se: Espelha-se em logo que deram certo. Tais como Coca-Cola, Nike, MacDonalds, entre outros.


2. Realize um pesquisa completa - Até mesmo com os seus concorrentes


Do ditado "nada se cria, tudo se copia", vemos hoje em dia que não é pecado você tirar idéias existentes no mercado. Tão pouco, dos seus concorrentes. Tenha como base empresas ou negócios que deram certo. Veja, como exemplo, as grandes marcas: Procure saber a história das mesmas, como foi desenvolvido sua marca. Isso te trará idéias de como você pode montar a sua.


Olhe para seus concorrentes: Não os copie, faça uma análise de todos os elementos usados, as cores, e tente criar algo que faça com que o seu logotipo se diferencie, chame mais atenção e seja mais bem resolvido que os concorrentes.


3. Conheça seu público:


Áreas diferentes possuem logos diferentes e públicos diferentes.

Pesquise sobre o seu público. Pesquise sobre seus costumes, cores preferidas, o que seu público gosta de fazer, onde seu público está, o que chama mais atenção do mesmo.

Faça uma análise minunciosa, conversando com amigos que se enquadram no perfil do seu público ou realizando pesquisa nas redes sociais. Através das respostas você pode ir moldando idéias que você pode utilizar na logo.






4. Pesquise tendências:


Podemos ver que as logos dos anos 90 de várias marcas famosas sofreram mutações. Isso porque o público de hoje também sofreram mudanças. Mudaram os hábitos, as preferências, o acesso a informação, etc.


Pode até parecer uma boa ideia fazer algo fora dos padrões para se destacar. Porém, você deve tomar cuidado para não associar a sua marca a algo muito antiquado ou “brega”, sem cuidado com a identidade visual. Isso pode ser desastroso!


Não existe uma única tendência vigente, como também não existe apenas uma cultura no mundo. Assim como a cultura, tendências coexistem, se juntam ou se separam.


Vou te passar alguns sites de pesquisa bastante utilizados :



5. Verifique qual o conceito de sua logo


Conceituação é determinar o que o seu logo irá passar através de suas formas.

Isso pode parece muito subjetivo, mas ter um conceito fechado pode resultar em um logotipo que expresse – mesmo que sutilmente – o serviço prestado.


Para entender melhor, vamos pegar por exemplo a famosa logo do Mac Donalds:





A forma do logotipo do McDonald's simboliza os arcos que eram a substância da arquitetura recém-construída do primeiro restaurante franqueado em 1952.


Depois que Ray Kroc assumiu o negócio em 1961, ele incorporou os dois arcos para formar o novo logotipo do McDonald's que se parecia com a letra “M”.

Esse novo logotipo permaneceu como a identidade da marca do McDonald's por mais de cinquenta anos.


Depois de falarmos da forma, vamos falar das cores da logo. Sim... as cores também fazem parte do processo . O McDonald's usa o dourado e o vermelho como cores primárias em seu design de logotipo .

A cor dourada representa os famosos arcos do seu primeiro restaurante franqueado, enquanto a cor vermelha representa a indústria alimentar desta empresa.


Em outro aspecto temos a cor vermelha que transmite excitação e desejo, com a cor amarela que transmite otimismo, ligada a uma fonte simples que de maneira simples agrada os olhos de quem vê a logo. Simplesmente genial !


6. Crie um esboço


Isso mesmo. Caneta e papel na mão. É hora de colocar o que você pensa no papel. A menor distância entre o seu cerebro e o papel é o lápis ou caneta que você vai utilizar.

Não precisa ser desenhista neste processo. Aa maiores marcas vieram de rabiscos no papel .


Olha que legal este exemplo :



7. Inicie a Digitalização da Logo


Hora de você trabalhar com o progrma que você se sente mais a vontade. Temos hoje no mercado excelentes programas :





Caso você não for do ramo ou não saiba trabalhar com esses programas ou com ferramentas online, como o Canva ou outro aplicativo, um designer se fará necessário.

Mas conhecendo como o processo funciona, você saberá transmitir ao profissional com muito mais propriedade e exatidão o que é que você precisa.

O resultado com certeza será fantástico !


8. Escolhendo a tipografia


Tipografia é uma ciência que demanda bastante estudo, mas vamos tentar deixar as coisas o mais simples possíveis aqui.

Existem diversos tipos de fontes, mas sem dúvida uma característica que separa as fontes em dois grandes grupos é a serifa.


  • Serifas fazem mais sentido em logotipos sérios e/ou clássicos;

  • Use fonte sem serifa em logotipos descontraídos e/ou modernos.

  • Com serifas livres são utilizadas em fontes manuscritas e ou artisticas.


Não é uma tarefa fácil decidir qual é a melhor fonte para o seu logo. Para isso, escreva o nome da sua marca, faça várias cópias e aplique diferentes fontes em cada uma.


9. Desenhe o símbolo :





Após realizar os esboços , pegue a a forma que mais lhe agradou e escaneie ou tire uma foto da mesma e mande para o computador . Através de um programa ( da sua escolha ) vamos iniciar o processo de vetorização do seu símbolo. Isso permite que após a logo ser criada, ela pode ser utilizada em diferentes tamanhos sem perder a resolução. e ou qualidade.


Não é um processo fácil . Esse é um processo que pode envolver muita paciência se os seus desenhos tiverem formas muito complexas. Mas a prática gera a perfeição. Tente manipular os vetores até que a forma final te deixe de fato satisfeito.

É nessa etapa em que o conhecimento técnico e a precisão de um designer experiente torna-se quase uma necessidade vital.

Você consegue encontrar ícones sofisticados e extremamente bem executados. O problema é que, por serem sites grátis, outras pessoas podem usar os mesmos ícones.

Uma opção intermediária seria a de fazer o download desses ícones grátis e modificá-los nos softwares gráficos.

Customização é sempre uma boa alternativa e, trabalhando com arquivos já pronto você consegue aprender bastante sobre como eles foram feitos.


10. Harmonize sua logo com grid, guias e alinhamento


Os elementos de um logotipo precisam coexistir e se complementarem de forma harmônica. E a melhor forma de atingir essa harmonia é estar sempre atento aos alinhamentos.


Logo, os grids e linhas guia existe para auxiliar nisso. Veja o exemplo abaixo:




Mostrando esses logos com o grid, parece que o símbolo foi criado a partir do grid, mas isso, na verdade, é bastante raro.

O mais comum é que o “rabisco” inicial seja aprimorado e ganhe harmonia, simetria e fluidez a partir de um grid criado em cima do desenho inicial.

Um símbolo não precisa se basear 100% em um grid.

Existem muitos designs incríveis de logo que não utilizam grid algum, mas há certamente há uma preocupação em relação aos alinhamentos e espaçamentos entre os elementos.



11. Hora de definir as cores


É muito importante pensar primeiro no seu logotipo em uma versão monocromática (preto e branco).

Se ele funcionar em preto e branco, bem provável que ele funcione com outras cores também .

Essa parte , agora, se torna delicada. Envolve alguns aspectos tais como :

  • Gosto pessoal ;

  • Conhecimento do seu público alvo;

  • Conhecimento do mercado;

  • Conhecimento do seu produto .

Outra forma bastante útl de você utilizar cores em sua logo é estudar sobre a pscologia das cores . Cada cor tem seu significado em uma logo . Ela também pode transmitir algo . Más podemos ver isso mais em breve .


12. Colete as primeiras impressões do seu logo


Faça mais de uma logo para determinado trabalho.

Peça pessoas próximas ligadas ao seu nicho para avaliar as diferentes formas de sua logo e colete os pontos positvos e negativos de cada uma que foi criada .

Essa parte é essencial , pois encontrará a logo que possa conversar mais com o seu cliente. Esse é o real objetiv dessa fase.



13. Teste sua logo em diferentes possibilidades


Após escolher a logo vitoriosa, é necessárío realizar alguns testes em suas posições para verificar a melhor forma de aplicá-la.





A maioria dos logotipos possuem suas versões na posição horizontal e vertical.

Nunca se sabe quando o seu logo precisará ser usado em pé ou deitado, por isso tenha o cuidado de se certificar que seu logo funcione nas duas posições.


Verifique também se o seu logotipo funciona também em tamanho pequeno e ou em tamanho grande. Procure veririficar se ele irá tornar ilegível durante o processo.


Meça com uma régua a opção que se encaixa nessa descrição e assuma esta medida como o tamanho mínimo para o seu logotipo.

E não esqueça de especificar esse tamanho no seu manual de marca!


Verifique se o mesmo, funciona com qualquer tipo de fundo. Se houver algum caso em que o seu logotipo fica completamente ilegível, especifique em seu manual de marca que aquela aplicação não é recomendável.


14. Trabalhe sempre com um manual de marca


É extremamente importante para o fortalecimento de qualquer marca.

Este documento reúne — além do seu logotipo — todas as variações do logo, todas as aplicações, todas as suas peculiaridades pontuadas e explicadas, todas as regras de aplicação.


15. Sempre faça o Briefing






Esta seria a primeira etapa . Más tem uma razão importante dela vir por último.


Esta etapa o cliente passará para o designer tudo que ele almeja, tudo que que a logotipo deve passar ao cliente . Será analisado o seu público , o seu produto e as tendências do mercado .


Você, que se vê como cliente, sabendo de todo o processo, terá um papel fundamental de otimizar o processo de criação . Você com certeza terá resultados melhores em relação a clientes totalmente leigos.


Briefings feitos por pessoas completamente leigas no assunto geralmente são muito vagos, cheios de contradições e isso resulta em uma quantidade de trabalho e retrabalho enorme para um designer.


Este processo costuma ser feito com preenchimento de formulários, com questões pertinentes que facilitaram o trabalho do designer.


Por isso resolvi te preparar para uma possibilidade futura, conhecendo todo o processo de criação de uma logo e espero que possa ter te ajudado.


Caso você gostou deste conteúdo compartilhe e ajude este blog a crescer . Espero trazer muito mais informações para vocês . Escreva nos comentário o que você está achando . Pois sua opnião é muito importante . Ok ?


Nos vemos em breve !

















3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo